6th of August

O alto preço da pseudociência


“A falta de interesse pela pseudociência em alguns rincões da filosofia deriva de uma presunção tácita de que algumas ideias e teorias são tão obviamente erradas que nem mesmo vale a pena discuti-las. A pseudociência é ainda considerada por vezes demais um passatempo inofensivo de um relativamente pequeno número de pessoas com uma propensão rara à adoração de mistérios. Isso está longe da verdade. Na forma de criacionismo e seus desafios ao estudo da evolução, a pseudociência causou grandes danos à educação do público nos Estados Unidos e alhures; surrupiou bilhões de dólares na forma de medicina “alternativa” como a homeopatia; causou danos emocionais a muita gente, por exemplo, às pessoas que ouvem de místicos e variados chatlatães que podem falar com seus entes queridos falecidos. Teorias da conspiração sobre a AIDS, que são comuns em muitos países da África e até nos Estados Unidos, literalmente mataram inúmeros seres humanos ao redor do mundo. O negacionismo das mudanças climáticas, que parece ser impossível de erradicar em círculos políticos conservadores, pode até ajudar a trazer uma catástrofe global. Seitas perigosas como a cientologia, que são baseadas em sistemas de crença pseudocientíficos, continuam atraindo seguidores e causando estragos nas vidas de muitas pessoas. Fora as consequências muito reais da pseudociência, devemos dar um momento de atenção para considerar a enorme quantidade de recursos intelectuais que são desperdiçados em conter teorias em descrédito como criacionismo, homeopatia e psicanálise, sem falar na busca sem fim por evidências do sobrenatural e o incansável ativismo dos teóricos da conspiração.”

Trecho traduzido livremente de “Philosophy of Pseudoscience: Reconsidering the Demarcation Problem” de Massimo Pigliucci & Maarten Boudry (eds): http://amzn.to/2aXbLow

8th of February

Esclarecimentos sobre a overdose homeopática (Desafio 10:23)


2009-11-02-homeo

“Vocês foram pagos pela indústria farmacêutica pra fazer overdose homeopática?”
Não. Espero que quem está me acusando de ser pago pela indústria farmacêutica possa provar suas alegações. Isso é particularmente engraçado, quando são justamente setores da indústria farmacêutica que estão lucrando com a água pura e as bolinhas de açúcar homeopáticas, que nada custam, tanto por serem só água e açúcar, quanto por não terem agregado o custo de testes científicos para avaliar sua eficácia.
“Mas se funciona em planta e em animal, não é placebo…”
Placebo é qualquer fator que cause a melhoria que não seja o medicamento em teste, ou seja, placebo não é uma coisa delimitada, muito menos delimitada à autosugestão humana, por isso sim, animais e plantas têm placebo. Também existe o efeito nocebo, que é igual ao placebo mas de consequências negativas.
“Você sentiu alguma coisa?”
2 dias e mais de 12 horas depois, não senti absolutamente nada de diferente depois de tomar duas overdoses de “remédio” homeopático. 100ml de oscilococcinum, indicado pelos homeopatas para gripe, e 60 pílulas de Almeida Prado 35, indicado para ansiedade e nervosismo. O único efeito colateral da minha overdose foi a gargalhada.
“Por que não tomou Almeida Prado 46? Aí que eu queria ver!”
O 46 é o mais famoso da Almeida Prado porque ele não é preparado de acordo com os protocolos da homeopatia. É um laxante comum, porque tem altas concentrações do princípio ativo picossulfato de sódio, que foi recentemente adicionado à fórmula do famoso Lacto-Purga.
“Por que você está fazendo isso? Deixe as pessoas em paz!”
Eu respeito sua liberdade individual de tomar o que você quiser, pensando o que você quiser sobre os efeitos. Mas no momento em que o Conselho Federal de Medicina reconhece a homeopatia, que é um mero curandeirismo, como uma especialidade médica, está dando um status que ela não merece, ao lado da cardiologia, da nefrologia, da oncologia.
A presidente da Liga Homeopática do Rio Grande do Sul disse que nada aconteceria depois de tomarmos a overdose. Já a presidente da Associação Brasileira de Farmacêuticos Homeopatas disse que estávamos incitando o suicídio e teríamos efeitos adversos. São duas dirigentes de duas entidades de homeopatia dando opiniões completamente contraditórias entre si. Isso é inaceitável em qualquer outra prática médica. Ninguém confiaria em cardiologistas que dissessem coisas contraditórias sobre a eficácia do desfibrilador. Por que vamos relaxar as regras para a homeopatia?
Centenas de pessoas já sofreram prejuízos e até morreram por culpa das crendices homeopáticas: http://whatstheharm.net/homeopathy.html
Eu fiz tudo isso porque eu quero que o CFM não dê autoridade a práticas que não merecem, quero que o SUS não gaste mais 3 milhões por ano com coisas que não diferem de pílulas de farinha, e quero que as pessoas se informem antes de perder seu tempo, dinheiro e saúde.

1023.haaan.com

5th of February

Overdose homeopática 2011: links relevantes [#ten23]


overdose_homeopatica_LiHS

Artigos explicativos:

The Lancet: Benefícios e riscos da homeopatia – http://is.gd/iSm3jt

Bule Voador: “Alopatia” é um xingamento homeopático contra a medicina – http://is.gd/OpeiVM

Bule Voador: Como a Ciência lida com superstições – Homeopatia – http://is.gd/XnyPrm


RNAm: Protestar é legal, mas qual é o embasamento recente? http://bit.ly/eXEpMP

Cobertura:

Rádio Gaúcha: Debate sobre Homeopatia – Polêmica 04/02/2011 – 9h30 – http://tinyurl.com/4tsmcva

Bule Voador: Associação de Farmacêuticos Homeopatas diz que podemos estar cometendo crime – http://is.gd/SYVyIy

Zero Hora: Grupo que não crê na prática homeopática vai tomar dose excessiva de medicação http://is.gd/M58QYg

Bule Voador: Vídeo da Overdose Homeopática em Porto Alegre (05/02/2011) – http://is.gd/ZnelcD

UOL Ciência: Grupo de céticos toma “overdose” para provar que homeopatia não funciona http://bit.ly/hNY5jR – correção: foram mais de 60 cidades

GAZ: Protesto contra homeopatia vira bate-boca http://bit.ly/i4NuzG {Comentário: A homeopata Zeli Fróes disse que não vacinou seus filhos e alega que a homeopatia cura doença genética.}

Jornal Floripa: Manifestantes se reúnem para tomar overdose de homeopatia em SP – http://bit.ly/fqXlcI

Folha: Manifestantes se reúnem para tomar overdose de remédios homeopáticos em SP – http://bit.ly/fdEoeF

Rádio CBN: Repórter Maria Eugênia Flores da rádio CBN faltou à aula de imparcialidade jornalística: http://glo.bo/gaSEex {Kentaro Mori acrescenta que esta repórter relatou uma evidência anedótica pró-homeopatia (sem valor para aferir credibilidade científica) e que ela ignorou o fato de uma homeopata ter errado trocando sintomas de Borax por Belladona.}

R7: Grupos pró e contra homeopatia se confrontam no RS – http://bit.ly/hYFBlp