12th of October

Nobel para comer a si mesmo


Na semana passada foi anunciado que Yoshinori Ohsumi ganhou sozinho o prêmio Nobel de Fisiologia/Medicina, por seu trabalho a respeito dos mecanismos de autofagia das células. Na Science foi comentado que a decisão foi bem aclamada entre os especialistas, pois Ohsumi realmente é considerado o pai dessa área de investigação. Em seus primeiros estudos publicados a respeito, Ohsumi identificou 15 genes essenciais para o auto-reparo das células em leveduras. Quem conhece a dificuldade que era fazer isso na época em que foi feito entenderá que ao menos pelo critério do esforço Ohsumi merece o prêmio. Hoje fica cada vez mais claro que distúrbios de autofagia estão por trás de várias doenças humanas, e que o bom funcionamento desse conjunto de mecanismos é um dos segredos das pessoas muito longevas.

Biologia molecular é uma área fascinante. Quanto mais a gente lê, menos seguro fica de que sabe alguma coisa. É como entrar num mundo alienígena, com leis diferentes e personagens estranhos, muitos dos quais estão desempenhando seus papéis há bilhões de anos. Acho que uma boa forma de adentrar esse mundo é estudar a replicação do DNA, a transcrição e a tradução. Uma vez familiarizado com os personagens principais, o curioso molecular estará mais preparado para ler os trabalhos sobre autofagia e se maravilhar. Imagine o seguinte: uma mitocôndria, que é basicamente uma bactéria domesticada para produzir energia dentro das células (e há centenas em cada célula) começa a funcionar mal. A célula é capaz de detectar que a saúde da mitocôndria vai mal, mandá-la para um lixão, desmontá-la e reciclar as partes valiosas. A autofagia é isso – o que está indo mal na célula é “comido” por ela própria, tendo suas partes reaproveitadas. É possível, no entanto, que uma célula falhe em reparar a si mesma, aí ela entra em autofagia generalizada, que é a apoptose – um suicídio celular. Saber disso não te dá fome de biologia molecular?

Sobre reciclagem autofágica de mitocôndrias: https://en.wikipedia.org/wiki/Mitophagy

Sobre o prêmio: https://www.nobelprize.org/…/medi…/laureates/2016/press.html

Categories:  Ciência Genética
Tags: 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *