8th of February

Esclarecimentos sobre a overdose homeopática (Desafio 10:23)


2009-11-02-homeo

“Vocês foram pagos pela indústria farmacêutica pra fazer overdose homeopática?”
Não. Espero que quem está me acusando de ser pago pela indústria farmacêutica possa provar suas alegações. Isso é particularmente engraçado, quando são justamente setores da indústria farmacêutica que estão lucrando com a água pura e as bolinhas de açúcar homeopáticas, que nada custam, tanto por serem só água e açúcar, quanto por não terem agregado o custo de testes científicos para avaliar sua eficácia.
“Mas se funciona em planta e em animal, não é placebo…”
Placebo é qualquer fator que cause a melhoria que não seja o medicamento em teste, ou seja, placebo não é uma coisa delimitada, muito menos delimitada à autosugestão humana, por isso sim, animais e plantas têm placebo. Também existe o efeito nocebo, que é igual ao placebo mas de consequências negativas.
“Você sentiu alguma coisa?”
2 dias e mais de 12 horas depois, não senti absolutamente nada de diferente depois de tomar duas overdoses de “remédio” homeopático. 100ml de oscilococcinum, indicado pelos homeopatas para gripe, e 60 pílulas de Almeida Prado 35, indicado para ansiedade e nervosismo. O único efeito colateral da minha overdose foi a gargalhada.
“Por que não tomou Almeida Prado 46? Aí que eu queria ver!”
O 46 é o mais famoso da Almeida Prado porque ele não é preparado de acordo com os protocolos da homeopatia. É um laxante comum, porque tem altas concentrações do princípio ativo picossulfato de sódio, que foi recentemente adicionado à fórmula do famoso Lacto-Purga.
“Por que você está fazendo isso? Deixe as pessoas em paz!”
Eu respeito sua liberdade individual de tomar o que você quiser, pensando o que você quiser sobre os efeitos. Mas no momento em que o Conselho Federal de Medicina reconhece a homeopatia, que é um mero curandeirismo, como uma especialidade médica, está dando um status que ela não merece, ao lado da cardiologia, da nefrologia, da oncologia.
A presidente da Liga Homeopática do Rio Grande do Sul disse que nada aconteceria depois de tomarmos a overdose. Já a presidente da Associação Brasileira de Farmacêuticos Homeopatas disse que estávamos incitando o suicídio e teríamos efeitos adversos. São duas dirigentes de duas entidades de homeopatia dando opiniões completamente contraditórias entre si. Isso é inaceitável em qualquer outra prática médica. Ninguém confiaria em cardiologistas que dissessem coisas contraditórias sobre a eficácia do desfibrilador. Por que vamos relaxar as regras para a homeopatia?
Centenas de pessoas já sofreram prejuízos e até morreram por culpa das crendices homeopáticas: http://whatstheharm.net/homeopathy.html
Eu fiz tudo isso porque eu quero que o CFM não dê autoridade a práticas que não merecem, quero que o SUS não gaste mais 3 milhões por ano com coisas que não diferem de pílulas de farinha, e quero que as pessoas se informem antes de perder seu tempo, dinheiro e saúde.

1023.haaan.com

Categories:  Blog

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *