20th of November

O que acha da postura metodológica anarquista de Paul Feyerabend?


Numa coisa ele está certo: não existe um conjunto de regras fixas que sejam suficientes para estabelecer o que é ciência. Não existe O método científico. Existem métodos científicos, e o que unifica a ciência não é um conjunto de regras explícitas.

Entretanto Feyerabend não era um relativista epistemológico, ou seja, não achava que a ciência era como qualquer outro tipo de conhecimento, sem diferencial em relação aos outros tipos. Principalmente no final da carreira dele.

"Como pode um empreendimento [a ciência] depender da cultura de tantas maneiras e, no entanto, produzir tão sólidos resultados? … A maioria das respostas a esta questão é incompleta ou incoerente. Os físicos admitem o fato como verdadeiro. Movimentos que consideram a mecânica quântica uma virada decisiva no pensamento humano – e isto inclui a mística charlatanesca, profetas da Nova Era e relativistas de todo tipo – ficam excitados pelo componente cultural e esquecem predições e tecnologia."

Paul Feyerabend, 1992 [apud Sokal & Bricmont]

Quem diria, o filósofo favorito dos relativistas descendo o sarrafo neles. Pergunte-me qualquer coisa.