18th of February

10 características diagnósticas de mediocridade intelectual


Com base nas minhas experiências em debates, postulo os 10 pontos a seguir como as principais características do medíocre intelectual:

1 – Confusão entre questões de fato e questões de direito.

2 – Uso de evidência anedótica por não saber o que é fonte confiável.

3 – Uso de inversão do ônus da evidenciação ao tentar afirmar uma crença própria.

4 – Recorrência a falácias ad populum, ad verecundiam, ad antiquitatem, ad hominem e tu quoque.

5 – Julgamento de obras intelectuais baseado em adjetivos elementares como “bom”.

6 – Noção pueril de fenômenos que deveriam ser entendidos estatisticamente.

7 – Deixar-se escravizar pelo viés da confirmação.

8 – Pensar que quantidade de leitura é sinal de sofisticação intelectual.

9 – Uso contorcionista de ad hoc para proteger-se de críticas.

10 – Cultuar indivíduos em particular como se um indivíduo fosse capaz de representar tudo o que é sábio e correto no espaço epistêmico e ético da Humanidade.

  • Baseado nos debates do orkut tb escrevi algo:

    http://fpslivroaberto.blogspot.com/2009/05/em-diversos-foruns-on-line-como-por.html

    Abraços!

    [ ]´s

  • Acertou na mosca.

  • De acordo com uma reportagem da Revista Mente e Cérebro-nº205- o Medo ancestral de contágio e contaminação impulsionou a tend~encia de pensar no "bem e no mal" em termos de claro e escuro e portanto institucionalizou o Racismo e o Preconceito que são filhos diretos da Mediocridade intelectual religiosa.

  • "10 – Cultuar indivíduos em particular como se um indivíduo fosse capaz de representar tudo o que é sábio e correto no espaço epistêmico e ético da Humanidade."

    Ou o contrário! Ontem, por exemplo, em razão de eu não ter conseguido solucionar satisfatoriamente um problema pelo escopo da Psicologia Evolucionista, um colega comentou algo como "Por isso não dou tanta credibilidade à Psic. Evol."; e em seguida soltou algo como "Não vejo como a Psic. Evol. possa acrescentar algo à Psicologia" — simplesmente em decorrência do meu desconhecimento acerca de um dos temas debatidos.
    No caso, como vê, ele usou da minha ignorância em um ponto específico para difamar toda uma nova ciência nascente.

    Um abraço, Eli!