21st of November

Duelo com Olavo de Carvalho


No dia 30/06/2006 elaborei o seguinte abaixo-assinado na internet:
“Pela refutação das imposturas intelectuais de Olavo de Carvalho ao exibir sua ignorância sobre a Ciência.
À imprensa brasileira:

O colunista Olavo de Carvalho, que se diz filósofo, trava uma batalha em seus artigos contra o conhecimento científico, especificamente contra a evolução biológica.

O colunista não parece estar minimamente credenciado ou capacitado para falar de ciência. Mas todavia o faz, e levianamente. Age de má fé ao dizer coisas como

“o evolucionismo mistura pedaços de boa ciência com o apelo quase irresistível do ódio anti-religioso, portador de ofertas sedutoras como a liberação sexual, o casamento gay, a satisfação de todas as exigências do feminismo enragé e a distribuição estatal de drogas para os aficionados.”

“Quando Darwin ainda não existia nem como espermatozóide, Immanuel Kant já havia notado que toda teoria evolutiva das espécies animais esbarraria no problema das séries infinitas, insolúvel por definição. Os evolucionistas não perceberam isso até hoje, mas não estão nem aí. Para o seu nível de exigência intelectual, esse problema é demasiado “metafísico”.”

“A brutalidade crescente das proclamações dogmáticas evolucionistas não é mera coincidência: ela vem junto com a instauração progressiva de uma Nova Ordem global cujo discurso legitimador é eminentemente de ordem “científica”. Prepotência globalista e autoritarismo científico são uma só e mesma coisa. A pretensão ao poder mundial absoluto tem de passar pelo desafio preliminar de dar à profissão científica uma autoridade final comparável à dos concílios. Por exemplo, é preciso impor à população a mentira idiota de que a falta de provas científicas de alguma coisa é prova cabal da inexistência dessa coisa. Esse preceito, para se sustentar de pé, exige a anuência geral a dois axiomas psicóticos: (1) a ciência já sabe tudo; (2) nada do que ela vier a descobrir amanhã pode impugnar o que ela diz hoje. “

Não é preciso estar num curso de ciências biológicas para notar a absoluta ignorância contida nessas afirmações.

No Brasil criou-se um hábito de dar voz a leigos mais que a especialistas, e Olavo de Carvalho é um exemplo-mor desta situação no que se refere à compreensão pública da ciência neste país. Afirma que “a Astrologia é um elemento obrigatório, por isto quem não a estudou, não estudou nada, é um analfabeto, um estúpido.” Se é estupidez não compreender pseudo-ciências como a Astrologia, mais grave é não compreender suficientemente teorias científicas comprovadas como a Evolução Neodarwinista e jactar-se disso ao emitir falácias contra a mesma. O conhecimento científico muito provavelmente já salvou a vida deste homem, e precisa ser divulgado, não caluniado desta forma.

Por essas razões, os abaixo-assinados solicitam a publicação de refutações contra tais afirmações de Olavo de Carvalho; e maior espaço para a compreensão pública da ciência e seu método, principalmente nas mesmas publicações em que Carvalho emitiu tais alegações.”

___

Por razões logísticas, o abaixo-assinado nunca chegou às mãos dos publicadores das colunas de Olavo. Mas devo meus calorosos agradecimentos às seguintes pessoas:

Assinatura
Comentário do abaixo-assinado
Profissão (na época)
Ricardo Richard Vieira
A desonestidade de Olavo de Carvalho me assusta.
Sistemas de Informação
Deneau Dantas

Allysson Allan de Farias
Vamos acabar com pseudos-cientistas que ultrapassam a barreira da liberdade de expressão, ante uma sociedade leiga e dogmática
Biologia/Eng. Produção
Adriano Atuati aka NightHiker

Designer grafico / redator
Leandro
NÃO à censura! Mas SIM ao direito de resposta!
Estudante
Jorge Pinto Filho

Estudante
Luciano

Biólogo
Vitor Bathaus

Estudante
Ivan Eugênio da Cunha
Se essa é a maneira de tirar os artigos desse publicador de pseudociência de circulação, eu estou dentro.
Estudante
Marcelo Tomanik

Professor
Juliana Capitani

Estudante
Deivi Alan

Analista de Sistemas
José J.V.Carvalho

Biólogo
Rodrigo
ele está sendo desonesto.
Biólogo
Rafael Nicacio Correa
Não gosto de fanáticos religiosos!
Estudante
Sérgio João da Silva

Estagiário em Marketing
Erika Regina Manoel Andreeta
Em pleno acordo com o texto.
Física
Carlos Gabriel Gomes Gordo Stecca

Estudante
Humberto Francis Caetano
Jornalista da mentira e da “fe”. Triste que tenhamos que ler tanta tolice.
funcionario publico
Heron Sampaio da Cruz

Estudante
Frederico A. Ferreira

Funcionário público
André Ramalho Ortigão Corrêa

Estudante
Leonardo Dallacqua de Carvalho

Estudante
David G. Borges

Biólogo
Fernando Kokubun

Físico
Thales Henrique Guimarães e Silva

Estudante
Paulo de Oliveira Enéas

Tradutor
Alysson Ramos Artuso

Físico
André Herkenhoff Gomes

Universitário
Edson Luiz Kunde
A ciência quer seu direito de resposta!
PPP
Gabriel

Empresário
Anderson Luiz Raasch
a próxima crítica que surgir ao evolucionismo deveria, ao menos, vir acompanhada de alguma sugestão. Esse cara ganha pra tentar derrubar o pouco conhecimento científico de que atualmente dispomos. É preciso mais do que poesia para refutar-se de uma teoria.
Estudante
Yuri Suzano Silva

Estudante
Alberto Ricardo Prass

Físico
Gustavo Bueno Gregoracci

Biomédico
Lucas Yoshio Muraguchi
Autor ridiculo,qualquer estudante de ensino medio sabe mais que ele, e bem mais livre de preceitos
Estudante
josé alberto s do amarante jr

Estudante
Kátia Alessandra Rezende Weber

Bióloga
Guilherme Mauro Germoglio Barbosa

Estudante
Christopher D. Klein

Médico
Marco Tulio Todeschini Coelho
Olavo de Carvalho eh soh um velho caduquinho que simplesmente n sabe o que diz. Por isso, n deve ser levado a serio.
Estudante
Alexandre Coelho

Desenhista industrial
Manoel Almeida

Publicitário
Daniel Magérbio Almino de Lucena
Apóio totalmente esta idéia
Médico
leandro
so falta agora o olavo dizer que a questao se deve à infiltracao comunista nos meios científicos
Economista
Otávio Luciano de Campos

Estudante do Ensino Médio
Ciro Vasconcelos

Autônomo
Gerson Carlos Voigt

Gerente administrativo
Eduardo Santos de Souza

Estudante
Cristiano Besen

Engenheiro Civil
Peterson Leal

Ciências Sociais
ronaldo melo

Professor
Lucas Barros Bonine

Estudante
Victor Neves
sua ignorância sobre pensamento cientifico é evidente ao declarar q a ciência se afirma absoluta.Seus argumento são levianos e tentam deturpar o conhecimento cientifico baseado em sua fé cirstã.
Estudante
Renato Godoi

Estudante de ensino superior
Bruno Rodrigues de Faria

Advogado
Túlio Lima Vianna

Professor de Direito Penal
Lorena Peixoto Nogueira Rodriguez Martinez
Certamente a ciência (que significa ESTUDO) colabora em demasia para o desenvolvimento humano em todos os seus aspectos. Afirmar que estudar (fazer ciência) é ilogismo significa negar a existência da humanidade e de seu intelecto.
Estudante
Gabriel Tavares

Estudante
Robson Fernando B. M. de Souza

Estudante
Valtencir Moraes

Consultor
Eduardo Torres

Eng. Químico
Renan Oliveira Nunes

Estudante
Carlos Daniel Llosa
Pelo visto estudar filosofia demais faz mal à saúde. Saúde mental.
Estudante
Jorge Augusto Mendes Geraldo

Estudante
Bruno Lepri

Estudante
Melissa Weber Mendonça

Estudante
Felipe da Costa Hummel

Estudante
Gustavo Junior Alves

Inventor
Fernando Bianchi

Biólogo
Andrezza Quirino Ramalho de Moura

Estudante
Guilherme Moreira Magnavita
O idiota condena a ciência pois a mesma nada pôde fazer para salvar seu último neurônio
Estudante
Eduardo Costa

Engenheiro Civil
Felipe Dauerbach

Arquiteto
Teresa Cecilia Maraschin Klein

Estudante
Germano Jaeschke Schneider

Dentista
Ana Barros

Estudante
Rogério Marcus Tomaz Gomes

Desenhista
João Zocatelli

Engenheiro
Sergio

Bancário
Sebastiao Rocha A Neto

Empresário
Leandro Teles Rocha

Estudante de Direito
Michel

Estudante
Ana Paula Chermont

Advogada
Antonio Luiz Monteiro Coelho da Costa

Engenheiro de Produção
Lise Fernanda Sedrez

Professora de História
Orlando Augusto Lima de Siqueira

Estudante
Pedro Augusto Pinto

Estudante
Emanuel Diniz Magalhães

Analista de Sistemas
Fabrício

Estudante

____

Apareceu certo dia nesta petição a assinatura de um tal Olavo de Carvalho. Usei do endereço eletrônico fornecido pela pessoa, e eis que o duelo começou assim:

Eli (05/07/2006): Sei que você não é Olavo de Carvalho, então por favor não cometa falsidade ideológica ao assinar a petição.

Olavo (06/07/2006): “Sei que você não é Olavo de Carvalho”? Que primor de certeza imbecil, no meio de tantas que há na sua cabeça! Você não sabe é coisa nenhuma. Sou o Olavo de Carvalho em pessoa, e não aposte na hipótese contrária que só vai se desmoralizar mais um pouco, se é que é possível pagar mais mico do que você já pagou ao inventar uma petição na qual bancários e comerciários posam de porta-vozes autorizados da “ciência”.
Se vocês querem discutir, por que não nomeiam um representante qualificado, um cientista profissional, para fazer comigo um debate de um contra um, com regras honestas na distribuição do tempo e do espaço concedidos a cada qual? Por que essa palhaçada de clamar coletivamente por uma refutação que nenhum dos signatários tem capacidade nem disposição de fazer? Por que dar voluntariamente mais uma prova de que vocês apostam na força da pressão social e não do argumento racional?

Eli (06/07/2006): Pressão social? Faça-me um favor, caro “Olavo”.
Não posso ter certeza de que é você mesmo.
Mas se for, tenho algo a lhe dizer.

A primeira coisa, é que você tem de aprender a não fazer apelos à autoridade de quem argumenta. O argumento tem que se validar por si mesmo.
O que você disse sobre o evolucionismo e a ciência nem merece resposta, tamanha a sua ignorância.

Se quer insistir nas suas costumeiras calúnias – como a acusação de que os signatários da petição nada têm de entendedores da ciência – muito me desanima. Leia mais uma vez as profissões e notará seu próprio equívoco.

Mas reitero que pouco importam as profissões lá listadas, e sim o mérito da questão: seu comportamento deplorável de falar sobre o que não entende e divulgar negativamente a ciência.

Eu sou um estudante de uma das ciências, a Biologia. Um mero estudante. Mas pude notar a sua ignorância sobre a evolução neodarwinista.

Posso pedir que um pesquisador da minha universidade, com todos os títulos que você quiser, fale com você. Mas posso contribuir para o caso do evolucionismo.

Quando você emitiu aquelas afirmações citadas pela petição, por acaso sabia até que ponto os cientistas têm evidência de que a evolução realmente acontece?
Sabia como acontecem as mutações de código genético quando as enzimas trabalham na replicação do DNA?
Sabia como funciona a permutação, mecanismo que permite eu seja diferente de você apesar de termos um ancestral em comum (no Brasil, ou na Europa, ou na África)? E os genes mutantes como o da anemia falciforme, e os transpósons e retrotranspósons, éxons, íntrons, bactérias resistentes, fósseis, comparação de genomas?

A evolução é de uma obviedade tal que não seria necessário você saber destes detalhes químicos para percebê-la. Mas a tradição o impede. O preconceito o impede.

Caso você se dedicasse a saber mais sobre não apenas este assunto, como outros dentro da ciência que insiste em criticar; duvido muito que continuaria cometendo este tipo de gafe.

  • Penso que é ele sim, ele ”consegue” ser exatamente dessa forma, consegue acabar com todos os conhecimentos adquiridos a tanto custo, faz uma chacota e ainda é levado a sério.

    Nojo.

  • Anônimo

    Discutir ciência com ele é perder tempo, mas fizeram bem em desmascará-lo.

    E, do modo "cordial" como se portou, deve ser o Olavo mesmo.